Podemos cantar muito sobre a cruz?

Bob Kaufklin: Nossas músicas podem ser preenchidas com muitas palavras sobre a cruz, mas nunca articular exatamente o que a cruz significa para aqueles que creem em Cristo.

Uma igreja com música excelente

Tim Challies: Cantar é uma das poucas partes do culto de adoração em que cada pessoa participa e serve, mas raramente treinamos nossas congregações para participar e servir bem nesse ministério fundamental.

E se eu não conseguir cantar?

Keith e Kristyn Getty: Somos todos cantores. Alguns de nós têm talentos que nos permitem cantar com belos tons e boa potência, enquanto outros têm talentos para cantar com as suas almas. Que belo som todos nós produzimos como cantores aos ouvidos do nosso Pai celestial.

A música por trás de todas as músicas

Tony Reinke: No Deus triuno está o amor por trás de todo amor, a vida por trás de toda a vida, a música por trás de todas as músicas, a beleza por trás de toda a beleza e a alegria por trás de toda alegria.

Quando você não sente que está adorando

Steve Fuller: Você está na igreja e o culto inicia, mas você não sente que está adorando. Não há temor de Deus. Nenhum amor por ele. Nada. O que você deveria fazer? Deveria continuar de qualquer maneira? Deve sair e voltar no próximo domingo para outra tentativa?

As raízes da adoração

Matt Chandler: Sem um entendimento de Deus e sem adorá-lo dessa forma, tudo se torna superficial. Tudo – desde o jantar até o sexo, do casamento até aos filhos, do trabalho até às artes e a literatura – tudo fica superficial e trivial.

Adoração do Herói e Imitação Santa

John Piper: A adoração do herói é a admiração de alguém por razões profanas vendo tudo o que ele faz como admirável (sendo pecado ou não). A imitação santa, por outro lado, vê evidências da graça de Deus, admira-as por causa de Cristo, quer aprender com elas e crescer nelas.

Loading