Quando nos reunimos para adorar, algo maravilhoso acontece em nós. Lendo as Escrituras, cantando, orando e entregando as nossas ofertas, estamos em processo de formação: Deus está aos poucos, constantemente trabalhando em nós a gratidão.

Você tem sido vigilante quanto a gratidão na sua adoração a Deus?

Várias igrejas realizam suas ações de graças de diversas maneiras. Algumas destacam sua gratidão no momento dos cânticos espirituais. As igrejas mais litúrgicas dedicam suas ações de graças (falando ou cantando) no momento da garantia de perdão (confissão de pecados). Outros preferem cantar a doxologia como um momento de gratidão coletiva.

Seja qual for prática de sua igreja local, a ação de graças é uma parte significativa da nossa adoração e quando nos reunimos, devemos nos atentar para este momento e não simplesmente deixar passar batido.

Examinando os nossos corações

Alguma vez você já esteve distraído pela igreja no momento das ofertas? Todos nós passamos por isto. São nesses momentos que temos a oportunidade de reconhecer a nossa limitação, admitir o quanto temos dificuldade de adequar o que pensamos, sentimos e escolhemos na adoração ao Criador junto com todo o povo.

Nós somos um povo atormentado com uma espécie de amnésia evangélica e muitas vezes esquecemos as bênçãos que nos foram dadas em Cristo. É na lembrança das grandes obras de Deus que os nossos corações são despertadosa ter afeição por Cristo.

Precisamos separar um tempo adequado para cultivar a gratidão em nossos corações. Na pressa e na correria da sociedade atual, a adoração coletiva é um tempo ideal reservado para lembrarmos que somos o povo de Deus. Como disse John Broadus (há mais de um século atrás); “Estamos tão ocupados com os assuntos do presente que não temos tempo nem mesmo para dar graças pelas bênçãos do passado.” Esta não é uma verdade em nossos dias?

Um dos meios de graça que Deus nos concedeu foi o a comunhão um com o outro. Quando nos reunimos com os nossos irmãos e irmãs em Cristo, as músicas e os sermões nos lembram as boas novas do evangelho. Nossos corações cansados são revigorados e renovados quando ouvimos a verdade.

Colocando em prática a gratidão

A prática da ação de graças é o combustível da adoração. Na adoração coletiva nos lembramos da fidelidade de Deus contada no evangelho ao longo da história. Como disse Joachim Neander, “juntos damos graças a Elepara maravilhosamente, reinar sobre todas as coisas, para nos abrigar debaixo de suas asas, por ser ele o nosso auxilio e a nossa força.”

No momento da adoração pública, nossos corações são despertados a dar graças coletivamente, todos juntos. Este é o momento em que lembramos do que o Todo Poderoso faz por nós quando os nossos corações alegremente percorrem os caminhos de Deus (Salmo 119:32).

A gratidão pode ser aplicada em vários momentos do culto solene:

Combustível para o culto da vida

A gratidão é o combustível para o culto vivo. Enquanto os nossos cultos solenes são um palco para a nossa gratidão, toda a nossa vida deve ser dirigida pela gratidão diária. Quando as verdades do evangelho admitidas em nossos corações crescem, sempre encontraremos maior espaço na sala da nossa gratidão diária a Deus

Todos os finais de semana, quando você se reunir junto com a igreja para adorar, lembre-se do lugar da gratidão em seu coração. Somos desleixados e esquecidos e sempre necessitamos de estar seguros da glória de Deus, sendo assim, todos nós temos muita coisa a agradecê-Lo. Na adoração pública, todos nós devemos trabalhar para manter a chama da gratidão em nossos corações.

Por: Matt Boswell. Copyright © Desiring God 2015. Original: Thanksgiving Starts on Sunday.

Tradução: Rogerio Bernini Jr. Revisão: Filipe Castelo Branco. © Cante as Escrituras 2015. Original: Ações de Graças Começa no Domingo.

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.