Eu sempre fico um pouco confuso quando, tendo acabado de conversar com um líder de louvor cuja voz e pronúncia das palavras são normais, ele passa a liderar a adoração e a cantar com uma voz completamente diferente e com uma pronúncia estranha. O que aconteceu? É a mesma pessoa com quem eu estava falando? Ele está tentando impressionar? Será que ele tem um problema de fala que você só pode ouvir quando ele canta ou ora?

Onde poderíamos dizer “abra os olhos do meu coração, Senhor”, ele diz: “Ãabra ôôs ôlhosssss do méó coração SêênhoRRRRR” (com muito vibrato como efeito especial).

Ou em vez de “Melhor é um dia em seus átrios” torna-se “Melhorrrrr é um dîa êm seós átrióssssss”.

Em alguns casos, quando ora, ele alterna entre um sussurro ultra ofegante e hesitante ou uma bravata de Shakespearean/Charlton Heston-esque.

Eu não estou falando sobre quando as pessoas com diferentes sotaques pronunciam palavras de forma diferente do meu inglês americano. Refiro-me ao fato de alguém assumir uma voz completamente diferente e não natural no momento em que um microfone é colocado na sua frente.

Alguns líderes de louvor não percebem que já desenvolveram “uma voz de líder de adoração”. É apenas um mau hábito que eles adquiriram ao longo do tempo e ninguém teve a ousadia de quebrá-lo. Talvez você seja esse tipo de líder de louvor. Ou talvez precise dizer para alguém essa notícia!

Outros líderes de louvor fazem isso de propósito – pensando que um vocalista só pode cantar dessa forma, pois soa mais emocional, ou que há regras de pronúncia que se aplicam de forma diferente quando você canta e quando você fala. Se você se encaixa na descrição, eu posso insistir a respeito da possibilidade de liderar o louvor com a sua voz normal?

Quando você assume uma identidade diferente enquanto lidera a adoração (é o que eu diria que está acontecendo quando você muda o modo de falar ou de pronunciar ao microfone), está trazendo para si uma evidência além do necessário. Algumas pessoas podem não perceber o que está fazendo, mas outras sim. E elas passarão pelo menos metade do culto tentando descobrir a razão do incômodo que estarão sentindo.

Você também está enviando o sinal, pretendendo ou não, de que a sua adoração é uma performance. Porque você está fazendo de conta que fala ou canta de uma certa maneira, quando na realidade você não o faz? Passa a impressão de que há um aspecto da sua música ou oração que é artificial.

Os líderes de louvor deveriam se esforçar para receberem o mínimo de evidência no culto. Não distrair as pessoas com uma transformação linguística súbita é uma maneira de fazer isso.

Não assuma uma identidade diferente ou mude a forma como você fala ou pronuncia palavras com vogais mutiladas ou “erres” prolongados. Seja a mesma pessoa e use a mesma voz quando estiver no palco e fora dele. E fique atento ao vibrato.

Por: Jamie Brown. Copyright © 2010 Worthily Magnify. Original: Do You Have a “Worship Leader Voice”?

Tradução: Thiago Holanda. Revisão: Débora Oliveira. © 2017 Cante as Escrituras. Original: Você tem a voz de um líder de louvor?

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.