No meu post “Quatro tipos de grupos de louvor“, defendi que os líderes de louvor procuram modelar suas equipes de louvor como uma fotografia do corpo que Paulo descreve em 1 Coríntios 12. Desta forma, evitam as armadilhas/ciladas/desânimo que vêm de equipes cujos membros estão apenas querendo preencher sua agenda, ou estão numa banda somente por estar numa banda, ou sempre tentando chegar ao topo, para que possam ser vistos contribuindo com algo importante.

Mas o que dizer quando a sua equipe de louvor é muito pequena? Você está trabalhando semana após semana com senhores do tipo que só sabem três acordes de guitarra, um aluno da quinta série que quer ser capaz de tocar bateria, a esposa de seu pastor que pode cantar soprano, e uma secundarista que é um excelente tocador de trompa.

Você não parece ou soa como qualquer um dos grupos de louvor que você vê on-line ou ouve em álbuns. Uma guitarra elétrica nunca cruzou o limiar do seu santuário. A música mais recente que você canta foi escrita em 2001 (e que está o empurrando!). Você ficaria encantado de adicionar mais músicos na equipe. Você gostaria de ter o problema de ter tantos músicos que eles estão todos clamando para tocar aos Domingos. Você gostaria de ter uma infinidade de pessoas para preencher diferentes slots musicais.

Mas esses não são os tipos de problemas que você vai lidar em breve. Agora, você está desanimado e sua equipe é pequena. Muito pequena. Seu principal problema é tentar manter as coisas funcionando, e tentando reunir a quantidade limitada de recursos à sua disposição para apresentar algo relativamente coeso semana após semana. Não é fácil.

Lembre-se dessas verdades, líder de louvor com um grupo de louvor (muito pequeno):

Deus organiza os membros de um corpo

Para se espalhar novamente a partir de Paulo em 1 Coríntios 12:18, não se esqueça que “…Deus dispôs os membros no corpo, cada um deles, como ele escolheu“. Deus distribui dons e membros e os organiza como lhe aprouver. Faça muitos convites para músicos em sua congregação para avançarem, fazerem um teste, e para explorarem seus dons no grupo. Talvez você consiga uma resposta esmagadora. Talvez você só vai obter um senhor de 60 anos que toca piano. Veja quem Deus colocou em seu meio. Se ele não te deu o que você quer ou precisa, no entanto, continue orando.

Novidades e juventude são ídolos superestimados

Se o seu sistema de som não foi atualizado desde os anos 70, a idade média de sua equipe de adoração é de 70, a maioria das pessoas de sua igreja já esteve com 70, e as canções de adoração ideais para eles são dos anos 1870. Não perca seu tempo tentando ser o homem ou a mulher que moderniza tudo na sua igreja. Concentre-se primeiro em fidelidade, ouça bem o coração de seu povo, e uma vez que sua motivação é edificar a igreja, avance um passo de cada vez. Eu acho que os líderes de louvor se preocupam demais em relação a novidade e contemporaneidade. Claro que queremos que nossa igreja e nossos ministérios sejam vivos e vibrantes, não mortos e dormentes, mas não evitam enraizamento para o exercício fútil de relevância.

Equipes de louvor pequenas podem ser extremamente frutíferas

Talvez seja apenas você na plataforma com um velho piano que sua igreja não pode dar ao luxo de trocar. Ou talvez há quatro de vocês, e se vocês tentarem tocar qualquer coisa mais rápido do que “Aclame ao Senhor”, dá tudo errado. Seu ministério – e o ministério de um pequeno grupo de louvor de apenas alguns músicos – pode ser extremamente proveitoso. Frutificação não vem de números. Frutificação é um dom do Espírito! E quando é habitada por Deus, manifestada pelo Espírito e centrada em Cristo, independentemente do tamanho, coisas belas e frutíferas acontecem.

As pessoas que se sentam em uma pequena reunião da igreja ou em uma cafeteria precisam da mesma coisa que as pessoas sentadas em cadeiras estofadas de uma mega-igreja. Elas precisam de Jesus. Não há absolutamente nenhuma razão para que um pequeno grupo de louvor, mesmo que seja apenas uma pessoa cantando canções de adoração tiradas do YouTube, não possa, de forma muito eficaz e frutuosa, exaltar Jesus aos olhos de sua congregação. Não desanime se o seu grupo é pequeno.

Finalmente, um incentivo prático:

Mantenha-se convidando

Uma das mais recentes adições ao grupo de louvor da minha igreja esteve em nossa igreja por cerca de seis meses antes de seguir adiante. E eu estou feliz pelo o que ele fez! Ele toca violão e baixo, e é um líder de louvor maravilhosamente talentoso. Ele tinha ouvido meus apelos para os músicos, tinha lido minhas ideias no boletim da igreja, e, finalmente, depois de ouvir-me convidar as pessoas o suficiente, ele deu um passo adiante. Nunca pare de convidar aqueles músicos-escondidos em sua igreja para avançar e explorar usando seus dons.

Uma última coisa.

Mesmo quando você está apenas tentando manter as coisas funcionando, ou preencher os slots de uma programação com um relativamente pequeno conjunto de recursos, não caia na armadilha de pensar que você está fazendo isso em um vácuo, ou que você é o único líder de louvor que lida com esses problemas. A maior notícia de 1 Coríntios 12 (versos 4-6) para os cristãos é que, embora existam variedades de dons, variedades de serviços e variedades de atividades, estamos todos cheios do mesmo Espírito, seguindo o mesmo Senhor, e capacitados pelo mesmo Deus, mesmo quando olhamos e sonorizamos diferentes para o futuro.

Grupos grandes e pequenos (mesmo quando eles são realmente pequenos) são todos parte do grande desígnio de Deus para o seu Corpo, a Igreja. Isto é uma notícia boa e encorajadora.

Por: Jamie Brown. Copyright © 2015 Worthily Magnify. Fonte: When Your Worship Team is Small (Really Small)

Original: Quando o seu grupo de louvor é pequeno (muito pequeno). © 2017 Cante as Escrituras. Website: CanteAsEscrituras.com.br. Todos os direitos reservados. Tradução: Thiago Holanda. Revisão: Filipe Castelo Branco.

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.