Há um fenômeno que eu vi em várias igrejas onde visitei. É possível que você tenha visto isso também. Depois de participar do tempo de adoração, os músicos terminam de tocar e desaparecem. Talvez eles voltem para a música final, mas para o sermão, a oração e as outras partes do Domingo, eles não estão presentes.

Nesta ocasião, não quero compartilhar acerca das motivações sobre o por que tantos músicos da igreja fazem isso. A verdade é que não sabemos, e cada caso pode ter suas próprias características. Mas eu quero considerar o efeito sobre o músico e a igreja do fato de que os músicos não estão presentes. Meu propósito com este texto não é criar legalismo. Pelo contrário, é um chamado a considerar que, quando os músicos não participam de todo o culto, eles estão falhando em seu serviço para a congregação e impedindo seu próprio crescimento para a estatura de Cristo.

Aqui estão quatro razões pelas quais eu entendo que os músicos não devem perder a pregação e o restante do culto:

1. Antes de ser músico, você é cristão.

Eu gosto de reverter estes termos. Em vez de ser um “músico cristão”, acho que você é um “cristão músico”. Temos que ter nossas prioridades bem estabelecidas. Você serve a Deus porque Ele o salvou. Seu título no céu não será “grande músico do Senhor”, mas “pecador salvo pela graça”. Isso deve levá-lo a priorizar conhecer Deus mais que seu instrumento. Um crente, especialmente aquele que está em uma posição pública ou de liderança, deve inspirar a igreja a adorar e conhecer a Deus. Se você não conhece a Deus, sobre quem vai ensinar? Quem vai ser o alvo para o seu instrumento? E, que melhor lugar para aprender de Deus do que através da sua Palavra, juntamente com seu povo, em sua igreja? Se você só está durante o tempo da música, você estará perdendo o culto completo e as bênçãos que ele acarreta.

2. A pregação da Palavra é demasiadamente importante para que você não esteja presente.

A pregação da Palavra é o meio que Deus escolheu para comunicar o evangelho e dar-se a conhecer. Como dissemos no ponto anterior, se você vai adorar a Deus através da música, é importante que você o conheça. Caso contrário, você adorará do jeito que você quer e não necessariamente a maneira como Deus quer ser adorado. E “na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria”, mas “aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.” (1 Co. 1:21). É a pregação da Palavra de Cristo o método por excelência para conhecer Deus (Rm. 10:13-15) e crescer para a salvação (1 Pe 2:2). Claro, você pode crescer e conhecer Deus em particular, mas você também precisa ser pastoreado pela pregação da Palavra Domingo após Domingo. Além disso, seu chamado não é tocar música e ir embora. Seu chamado é ser um membro desse corpo redimido que está adorando no tempo das canções e na pregação da Palavra, pela qual Deus também te salvou.

3. Você não é invisível.

Sua atitude pode ser uma pedra de tropeço. As pessoas vão perceber que você não está presente durante a pregação, e isso pode ser tentador para elas. Elas podem pensar: “Fulano quer que eu adore, mas ele não está na pregação”. Tudo o que você fez naquele Domingo pode ser descartado por não estar presente durante o sermão. Seu serviço não será efetivo porque as pessoas não vão acreditar ou confiar em você quando você as estiver servindo ou liderando. Se houver mais de um ministério em sua igreja (como grupos de evangelismo ou reuniões de ensino bíblico), acredito que, por amor ao próximo, pode ser benéfico que você esteja presente neles. Como diz o ditado, “você vai matar dois coelhos com uma cajadada só”, pois você servirá seus irmãos e aprenderá mais.

4. Você não deve deixar de congregar.

Hebreus 10: 24-25 nos chama a estimularmos e exortarmos uns aos outros e a não deixarmos de congregar, à medida que o dia (da vinda do Senhor) se aproxima. Se você não está presente no momento da pregação, como você estimulará e será estimulado; exortará e será exortado? Uma maneira prática de como você pode continuar a estimular a igreja é ouvindo toda a mensagem e pensar em qual música você pode cantar em resposta à mensagem do pastor. Que música ajudará a igreja a se conectar ainda mais com as verdades que eles ouviram? Já aconteceu comigo muitas vezes, que a música que eu tinha preparado para responder à mensagem não era a melhor. Ao ouvir o sermão, consegui fazer um ajuste e escolher outra música em resposta ao que entendi que Deus queria fazer com o seu povo. Não estar no restante do culto impedirá que você veja o que o Espírito Santo está fazendo na sua igreja. Se você não está no sermão, você não poderá servir a sua igreja de forma eficaz.

Músicos amados, obrigado por seu serviço Domingo após Domingo. Servir o povo de Deus é um dos maiores privilégios que existe. É por isso esta exortação: você é de maior benção para a sua igreja quando faz parte de todo o culto, não só do louvor. Você aprenderá mais sobre Deus e você poderá aplicar esses ensinamentos quando serve a igreja. Lembre-se de que Cristo pagou um preço alto por essas pessoas amadas, as quais nós servimos. Se Deus se importou tanto com seu povo que ele deu seu Filho por eles, logo eles também devem ser importantes para nós.

Por: Mauricio Velarde. Copyright © 2015 Coalición por el Evangelio. Fonte: 4 razones por las que los músicos deben estar presentes durante todo el servicio.

Original: 4 razões por que os músicos devem estar presentes durante todo o culto. © 2017 Cante as Escrituras. Website: CanteAsEscrituras.com.br. Todos os direitos reservados. Tradução: Pedro Ivo. Revisão: Filipe Castelo Branco.