Você está na igreja e o culto inicia, mas você não sente que está adorando. Não há temor de Deus. Nenhum amor por ele. Nada.

O que você deveria fazer? Deveria continuar de qualquer maneira? Deve sair e voltar no próximo domingo para outra tentativa?

O que você deveria fazer?

O que Jesus ensinou

Jesus ensinou que a verdadeira adoração deve envolver espírito e verdade:

“Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (Jo 4.24).

Portanto, devemos adorar em verdade — o que significa adorar o verdadeiro Deus como é revelado em Jesus Cristo, segundo o registro das Escrituras. Mas o que significa adorar em espírito?

Duas pistas no Evangelho de João

Uma pista é que o Evangelho de João usa a palavra “espírito” para se referir a sentimentos e emoções. Você pode ver isso em João 13.21: “Ditas estas coisas, angustiou-se Jesus em espírito”. A outra pista é que em João 3.6 a palavra “espírito” se refere a algo produzido de modo sobrenatural em nós pelo Espírito Santo: “O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito”.

Considerando essas duas pistas, adorar em espírito significaria adorar com sentimentos e emoções dados pelo Espírito — como louvor alegre, maravilhar-se com temor, tristeza pelo pecado e anelos por Deus.

Mas, e se eu não estiver sentindo isso?

O que podemos fazer quando nossos corações não sentem nada?

O que não devemos fazer é pensar que os sentimentos são opcionais — e apenas prosseguirmos, agindo como se estivéssemos sentindo o que estamos afirmando e cantando.

Jesus chamou essa atitude de hipocrisia: “Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim” (Mt 15.7-8).

Mas, se os nossos corações estão se sentindo afastados de Deus, e nós não devemos apenas prosseguir, o que mais podemos fazer?

Aprendendo com Davi

No início do Salmo 40, o coração de Davi não estava cheio de sentimentos de adoração. Muito pelo contrário, na verdade. Ele sentia como se estivesse em um poço de destruição e preso em um tremedal de lama (v. 2). Porém, Deus o tirou daquele poço de destruição, colocou os seus pés sobre uma rocha e pôs um cântico de louvor nos seus lábios (Sl 40.2-3).

Então, o que aconteceu entre sentir-se preso na lama e o cântico de louvores a Deus? Davi nos diz no Salmo 40.1: “Esperei confiantemente pelo SENHOR”.

Assim, Davi não continuou adorando exteriormente, nem desistiu da adoração. Antes, ele esperou pacientemente que o Senhor o ajudasse a adorar.

Esperando pelo Senhor

O que significa esperar pelo Senhor? Nós poderíamos pensar que isso significa esperar de modo passivo que Deus nos transforme. Mas a palavra hebraica não significa uma espera passiva; significa uma busca anelante. Significa tomar as medidas que Deus prometeu usar para nos ajudar, enquanto confiamos com expectativa que ele aja.

Aqui estão algumas sugestões específicas que achei úteis.

Olhe para Jesus com expectativa. Não se concentre em seu coração apático. Antes, olhe para Cristo com fé, confiando que ele o encontrará, ajudará e transformará.

Ore e peça a Jesus que o ajude a adorar. Seja honesto com ele sobre o embotamento do seu coração. Confesse qualquer pecado conhecido e tenha certeza do perdão baseado na obra consumada da cruz. Em seguida, peça por mais da obra do Espírito em seu coração para que você possa sentir um louvor alegre, maravilha temente, tristeza pelo pecado e anelos sinceros por Deus.

Aplique-se de coração à verdade sobre quem Deus é conforme revelada em Cristo. Se a adoração é fogo, então a verdade é o combustível que faz com que o fogo queime. Quanto mais combustível, mais quente é o fogo. Então, concentre-se em oração e de modo incansável na verdade contida nas canções, nas orações e nas Escrituras.

Prossiga nos passos acima pacientemente. Isso é chamado de “espera” por um motivo. Deus pode mudar o seu coração instantaneamente — ou não. Mas o tempo de Deus envolve o amor perfeito dele por você. Então, continue humildemente esperando por ele.

Promessas de Deus

E o que Deus promete fazer enquanto esperamos por ele? Ele promete que…

Quando o buscarmos de todo o coração, nós o encontraremos (Jr 29.13).

Quando prosseguirmos em conhecer o Senhor, ele virá para nós como chuva serôdia (Os 6.3).

Quando formos a Jesus, o desejo de nossos corações será satisfeito (Jo 6.35).

Em outras palavras, ele transformará os nossos corações para que experimentemos a adoração sincera e que provém do Espírito Santo, e para que novamente vejamos e sintamos a glória de Deus em Jesus Cristo.

Não se contente com o nevoeiro

O Vale de Yosemite, na Califórnia, é um dos lugares mais bonitos da Terra. Para chegar lá, você passa por um túnel que se abre para uma vista incrível de todo o vale: El Capitan, Half Dome, Cathedral Rock. Logo na abertura do túnel há uma área de estacionamento onde todos estão fora de seus carros, olhando para a vista e dizendo: “Ooooh!” e “Uauuu!”.

Agora imagine que você atravessa esse túnel, mas quando sai, tudo o que vê é neblina. Nenhuma visão impressionante, apenas um nevoeiro denso, cinzento e úmido.

Isso é o que acontece quando não sentimos que estamos adorando. A beleza de Deus está diante de nós. Mas, bloqueando essa visão está o nevoeiro da incredulidade — preocupações, orgulho ou cobiça.

Se apenas continuarmos com a adoração exterior, isso é como sair do carro na área de estacionamento, olhar para o nevoeiro e dizer: “Ooooh!” e “Uauuu!” — desprovidas de sentimento. Por que fazer isso?

Porém, se nós esperarmos no Senhor, é apenas uma questão de tempo até que o vento do Espírito comece a soprar, o nevoeiro comece a ser rompido; nós veremos a beleza de Deus revelada em Cristo e nós adoraremos.

Por: Steve Fuller. © Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org. Traduzido com permissão. Fonte: When You Don’t Feel Like Worshiping.

Original: Quando você não sente que está adorando. © Cante as Escrituras. Website: canteasescrituras.com.br. Todos os direitos reservados. Tradução: Camila Rebeca Teixeira. Revisão: William Teixeira.