O Que Dizer Sobre o Louvor?

De passagem por mídias virtuais, vi que alguém falava de um tradicional hino de louvor do qual gosto muito. Parei um pouco para ver e ouvir o vídeo. O pregador usava o hino Grandioso és tu (melodia sueca, letra de Carl Gustav Berg, 1885) para exemplificar o mau uso do louvor. Em sua arenga, ele ia, mais ou menos, assim: “Não é meu preferido … não tenho nada contra … vejo os céus (estrelas, raios e trovões) e louvo a Deus. Até então, tudo certo. Deus está aí, Então, vem o ‘E quando, enfim, eu for ao céu subindo’...

Read More